Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
População de Guarantã do Norte adere manifesto em apoio aos caminhoneiros
População vai às ruas e manifesta apoios aos caminhoneiros
12:43   30 de Maio, 2018
a08d7a21e9d5b0ff3aede72fc674932d.jpg

Célio Ribeiro/ Guarantã

A ACEG - Associação Comercial e Empresarial de Guarantã do Norte convocou a população e o comércio em geral do município, para uma passeata em prol ao manifesto dos caminhoneiros. A manifestação ocorreu na última segunda-feira (28), com mais de 3 mil pessoas participantes. 
Grande parte do comércio fechou as portas após às 15hs. Empresários, funcionários e população em geral estiveram presentes na passeata, todos com o uniforme da empresa em que trabalham, a maioria portando bandeira do Brasil e cornetas. 
 O ponto de concentração da passeata foi em frente à Praça da Cultura, no centro da cidade e seguiu para a saída da Cidade, sentido ao Estado do Pará, pela BR 163 até o ponto de apoio dos caminhoneiros, onde a maioria estão parados. 
O presidente da ACEG,  Hermes Olnei, agradeceu e parabenizou a população, empresários e funcionários que atendeu o chamado da ACEG e que estão abraçando a causa. “Todos nós temos de ser solidários com nossos irmãos caminhoneiros, porque não é só eles que estão sofrendo, nós também sentimos a alta dos combustíveis”, relatou o presidente da ACEG. 
Em Guarantã do Norte, até nesta terça-feira, haviam mais de três mil carretas paradas à espera de uma solução positiva por parte do governo federal. Todos os postos de combustíveis do município estão sem o produto. Vários proprietários de veículos estão com seus carros parados por falta de combustível. Alguns itens já começam a faltar nos supermercados. Algumas faculdades como a UNIFLOR, suspendeu as áulas, já que a unidade de ensino oferece transporte para os alunos de várias cidades vizinhas.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte