Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Vereador transferido para presídio Ferrugem
Acusado de homicídio, vereador está preso desde o dia 30 de maio
13:06   11 de Junho, 2018
d91fcceb578e7935559e62061fc2cc39.jpg

Reportagem
Mato Grosso do Norte

Preso desde o dia 30 de maio, quando se apresentou as autoridade, o vereador Irmão Alexandre (PSC) de Guarantã do Norte, segundo informações da polícia Civil, foi transferido para o presídio Ferrugem de Sinop na manhã deste domingo. Neste período, o político permaneceu em uma cela da delegacia de Guarantã. 
O vereador, após ser decretada a sua prisão pelo juiz da 4ª Vara Criminal de São Luiz (MA), José de Ribamar Goulart Heluy, ficou foragido por cerca de 20 dias. 
Irmão Alexandre é acusado de tentar matar Marcelo Dias Câmara, com golpes de faca, no dia 30 de agosto de 2000. De acordo com o inquérito policial, o crime ocorreu em uma parada de ônibus do campus da Universidade Federal do Maranhão. Na época do crime, ele tinha 20 anos e a vítima 16.  
O paradeiro do vereador foi descoberto em 2014, através do sistema de Tribunal Regional Eleitoral (TRE), pelo seu cadastro junto ao órgão com endereço s em Guarantã do Norte. 

Com estas informações, o juiz encaminhou mandado de prisão preventiva através da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão para Guarantã do Norte. No entanto, somente agora, ele foi preso.  
Conforme uma fonte da Câmara de Guarantã, que pediu para não ter o nome revelado, o vereador deve entrar, através de um procurador, com pedido de licença, para evitar a perda de mandato, caso não consiga relaxar a prisão. Até agora, o vaga de Irmão Alexandre na  Câmara Municipal de Guaarantã não foi ocupado por suplente. 
A defesa de Irmão Alexandre, patrocinada pelo advogado Dr. Pedro Henrique Gonçalves, ingressou com pedido de habeas corpus no Tribunal de Justiça do Maranhão e disse que todas as providências para soltar o vereador, estão sendo tomadas. 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte