Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Vereador cobra balancetes e ameaça entrar com mandado de Segurança contra prefeitura
Desde dezembro que a prefeitura não envia os balancetes para a Câmara
13:29   15 de Junho, 2018
99ecfe9af2c9477e1641f4a5a7d9d947.jpg

Reportagem
Mato Grosso do Norte

O vereador Dida Pires (PPS) afirmou, na sessão de terça-feira, 12,  disse que vai entrar com Requerimento na Câmara, cobrando os balancetes de prestação de contas da prefeitura de Alta Floresta. Segundo ele, desde dezembro de 2017 que a prefeitura não envia os balancetes para a Câmara, para o acompanhamento dos vereadores sobre a movimentação financeira da prefeitura.
O parlamentar disse que no mês de fevereiro apresentou um requerimento cobrando os balancetes, mas não obteve resposta. “Os balancetes estão atrasados há seis meses. É constitucional que a prefeitura envie para a Câmara os balancetes e a lei deve ser obedecida”, enfatiza.

Dida assegura que se a prefeitura não atender novamente seu requerimento, vai encaminhá-lo para o Ministério Público. E caso seja necessário, vai verificar com o jurídico da Câmara, sobre a possibilidade de o poder Legislativo entrar com um Mandado de Segurança contra a prefeitura, cobrando os documentos.
“Vou apresentar o requerimento na próxima sessão da Câmara. A prefeitura está se negando a cumprir a legislação”,  repudia o vereador.
Convocação- O vereador afirmou também que a secretária de Educação, Maria Iunar, não responde os requerimentos dos vereadores, cobrando esclarecimento sobre sua secretaria. Por isso, disse que irá sugerir que a Câmara convoque a secretária para prestar esclarecimento à Câmara Municipal, sobre as supostas evidências de irregularidades na secretaria de Educação.  

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte