Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Vereador apresenta reivindicações a superintendência do Dnit em Cuiabá
David acredita que pelos menos os semáforos nas travessias urbanas de Guarantã, serão implantadas ainda este ano
12:30   20 de Junho, 2018
a343797a1d23c8f5d4be9bd939477a1a.jpg

Reportagem
Mato Grosso do Norte

O vereador David Marques (PR) de Guarantã do Norte, esteve em audiência com a superintendência do Dnit em Mato Grosso, na sexta--feira, feira, 15, para cobrar a implantação de semáforos nas paralelas da BR-163 que corta a cidade. Os pontos apontados por ele para a implantação dos aparelhos são em frente ao supermercado Delmoro e da loja da Suspensão.
Outra cobrança do vereador é que seja feita uma fiscalização rígida, para que seja obedecida a placa na entrada da cidade, na altura do antigo hotel Pinheiro, que proíbe que seja feita conversão. No entanto, nem caminhões estão obedecendo a sinalização e já houve até acidentes.
Outra situação apresentada é com relação a escolinha da Base Área que foi pedido para ser colocado redutores de velocidade, mas como fica na região do Pará,  a prefeitura de Guarantã não tem autonomia para fazer o serviço. “Pedi que o Dnit em Cuiabá entre em contato com Brasília, para que Brasília dê autorização para que o serviço possa ser feito. Aqui não conseguimos fazer, mesmo a escolinha sendo de responsabilidade de Guarantã”, explica o vereador.
Na oportunidade, a direção do Dnit apresentou o projeto de melhorias das paralelas urbanas de Guarantã do Norte. “O projeto está pronto, mas dependente de recursos para ser executado. E as minhas perspectivas e continuar cobrando para que a abra aconteça a partir do ano que vem”, disse.
David acentua que diante da situação em que se encontra o país, a execução dos projetos, principalmente das melhorias das paralelas das cidades situadas as margens da BR- 163, não tem data para acontecer e são ações para o futuro. “Além das dificuldades, estamos em um ano político”, frisa o vereador. 

 A boa notícia, conforme o vereador, é que o prazo dado pela superintendência do Dnit para a implantação dos semáforos, é de três a 6 meses. “Me garantiram que neste prazo irã me dar uma resposta, mas positiva. Acredito que existe a possibilidade, até mesmo porque é uma questão de segurança para a população”, enfatiza.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte