Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Câmara de Guarantã do Norte autoriza contratação de empresa para fiscalizar obras da prefeitura
Vereador Sílvio Dutra criticou a aprovação do projeto
12:33   20 de Junho, 2018
fbbed32a1591ea53702ee7703c6196ae.jpg

Reportagem
Mato Grosso do Norte

A Câmara Municipal de Guarantã do Norte aprovou na sessão desta segunda-feira, projeto de lei que autoriza a prefeitura municipal a contratar uma empresa para fiscalizar as obras de infraestrutura que estão sendo executadas no município.
O prefeito Érico Stevan justificou que a prefeitura de Guarantã não tem no quadro, nenhum engenheiro e tem que contar apenas com duas contratações de engenheiros hoje. para atender as demandas. E como a administração tem muitas obras, ‘vai estar contratando uma empresa para estar fazendo a fiscalização e assinar estas obras’.
“Temos 6 obras de pavimentação em andamento e mais um cascaslhamento de quase R$ 2 milhões. Como a União e o Estado tem a fiscalização, haverá mais a fiscalização nossa para cuidar destas obras. É uma questão de assegurar que o serviço seja feito com qualidade e o dinheiro público seja bem aplicado”, explicou Érico.
O projeto foi aprovado com os votos contrários dos vereadores Valter do Sindicato, Nonato Bernardes Duarte e Sílvio Dutra, todos do PDT. 
 Sílvio Dutra ficou indignado com a aprovação do projeto e disse quea matéria não está de acordo com o que a sociedade quer.
 “No meu entendimento não tem necessidade da prefeitura contratar uma empresa para fiscalizar. Chega a ser uma afronta. Existem 9 vereadores no município. Entendo que não temos capacidade técnica para fazer os apontamentos numa obra de asfalto, mas a prefeitura tem dois engenheiros para dar suporte aos vereadores, para falar o que está errado. E ainda há os engenheiros do governo estadual ou da União quando as obras são de emendas parlamentares. Não tem porque investir R$ 100 mil na terceirização de uma empresa para fiscalizar a própria prefeitura. Esse dinheiro poderia ser investido na Saúde, Educação ou no Esporte”, protesta o vereador. 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte