Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Taques diz que nunca convidou Mendes para compor chapa por causa de vaidade
22:39   21 de Junho, 2018
c40a13af164fca73a6fcef6141fc93c3.jpg

Pablo Rodrigo, repórter do GD

 

O governador Pedro Taques negou que o seu partido, o PSDB, tenha convidado o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM) para compor a sua chapa reeleição ao Palácio Paiaguás.

"Nunca convidamos o Mauro para ser candidato a senador na nossa chapa, muito menos vice, porque eu sei que a vaidade dele não permitiria", disse Taques.

A resposta é em razão a declaração irônica do Mendes, que afirma que após a sua decisão de concorrer ao Paiaguás, "deixou de prestar" para o grupo do governador.

"Até poucos dias atrás eu era esperado pelo partido [PSDB] para subir no palanque, para apoiar. Era citado para ser vice, era citado para ser candidato ao Senado. Enfim, tinha muitas qualidades", disse o ex-aliado de Taques.

ACORDO

O governador Pedro Taques (PSDB) sugeriu que dois de seus possíveis adversários nas eleições deste ano, o ex-prefeito Mauro Mendes (DEM) e o senador Wellington Fagundes (PR) fizeram um “acordo” para atacá-lo durante o processo eleitoral deste ano.

Nos últimos dias, por exemplo, Mauro – que era um antigo aliado de Taques – subiu o tom das críticas, chegando a classificar o governador como “mentiroso”, “despreparado” e “desorientado”.

“Não quero debater Mauro Mendes. Agora, o que é engraçado, e eu quero pedir uma reflexão do cidadão: batem em mim o dia inteiro, me parece que tem mais ou menos aí uma jogadinha entre os outros dois pré-candidatos (Mauro e Wellington). Uma combinação”, disse o governador. (Informações/ Midia News

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte