Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Vereador quer redução no valor da taxa de esgoto
Parlamentar diz que o prefeito pode reduzir valor por meio de decreto
13:04   27 de Junho, 2018
b2b2bbdecde9133cf9bae4e5a0b101fa.jpg

Reportagem
Mato Grosso do Norte

O vereador Luiz Carlos (MDB) afirmou em pronunciamento na tribuna da Câmara, na sessão desta terça-feira, que a população de Alta Floresta paga a taxa de esgoto mais cara de Mato Grosso, para a empresa que tem a concessão do serviço de distribuição de água e esgoto no município.
O percentual pago pelos consumidores, conforme o parlamentar, é de 90% do valor da fatura cobrada na conta de água. O percentual cobrado em outras cidades da região até mesmo em Cuiabá e Várzea Grande, é de 50 por cento. 
Para o vereador, não tem justificativa para os moradores de Alta Floresta pagarem um valor nesta proporção, enquanto as outras cidades pagam bem menos pelo mesmo serviço.

Segundo ele, este valor de 90 por cento para a taxa de esgoto foi estipulado pelo ex-prefeito e atual deputado estadual, Romoaldo Júnior, em sua gestão, quando o serviço de distribuição de água foi privatizado no município. “O ex-prefeito Romoaldo estipulou este valor de 90% através de decreto”, enfatizou.
O emedebista assegurou que irá conversar com o prefeito Asiel Bezerra, que reassume a prefeitura na próxima segunda-feira, para que ele faça um decreto cancelando este valor de 90 por cento da cobrança da taxa de esgoto na fatura da conta de água, e promulgue outro decreto reduzindo o valor para 50%.
“Este decreto pode ser revogado e o prefeito deve fazer outro decreto com o percentual de 50% do valor da fatura. Espero contar com o apoio do prefeito para resolver esta questão”, observa o vereador.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte