Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Foco certeiro
Rayssa Bratillieri fala do início da carreira e da estreia em “Malhação”
14:34   06 de Julho, 2018 - Fonte: Carta Z
5c19ffb50440eb1ab6dd1b6d6f08ee89.jpg
Foto: Divulgação Globo

por Anna Bittencourt
TV Press

Aos 20 anos, Rayssa Bratillieri tem a determinação de uma mulher madura. A atriz, que dá vida à problemática Pérola, de “Malhação”, contou com altas doses de coragem para conseguir o emprego de seus sonhos. Nascida e criada na pequena Apucarana, localizada no interior do Paraná, ela começou a trabalhar como modelo cedo, quando ainda estava na escola. Aos 17 anos, tomou uma decisão que mudaria a sua vida. “Tinha algum dinheiro guardado dos meus trabalhos e minha mãe me apoiou bastante. Difícil foi convencer meu pai”, relembra, aos risos. Apesar das dúvidas, tinha a certeza de que ir para o Rio de Janeiro estudar Artes Cênicas a faria trilhar o caminho que sempre procurou: ser atriz. “Não conhecia ninguém na cidade. Tive muito medo porque é totalmente diferente dos 120 mil habitantes da minha cidade. Mas sabia que era o caminho certo”, afirma.
 Desde então, Rayssa precisou assumir uma postura regrada até conseguir se virar. “Estudava muito e saía pouco. Abdiquei de uma vida social agitada porque precisava focar”, conta, com maturidade. Depois de algumas peças de teatro, foi convidada para fazer o teste para a atual temporada de “Malhação”. “Foram várias etapas e, dos 563 jovens selecionados, 17 foram escolhidos”, revela, orgulhosa. Estrear em um folhetim jovem, ao lado de vários atores que também estão desempenhando seus primeiros personagens na tevê, segundo ela, é reconfortante. “É muito clichê dizer que ‘Malhação’ é uma escola. Mas é verdade. A gente aprende todo dia a colocar as técnicas em prática. Sinto que estou evoluindo como pessoa e como profissional”, celebra.
Ter essa consciência faz com que Rayssa se previna de se deslumbrar com a carreira. E, para a atriz, essa é uma tarefa que deve ser cuidada com esmero. “As pessoas elogiam o meu trabalho, dizem que não parece ser minha primeira novela. Mas eu tenho sempre de ter a consciência de que ainda tenho muito para aprender”, pondera. Além disso, ela garante que a vida de uma atriz não é nada luxuosa como as pessoas - e ela, inclusive, chegou a pensar - costumam achar. “A rotina é pesada, não tem nada desse glamour que as pessoas imaginam. Gravamos de segunda a sábado. No meu tempo livre, eu estudo as próximas cenas”, diz, orgulhosa de sua rotina atribulada. Quando sobra algum tempo, ela se dedica às aulas de surfe com o namorado, o também ator Rafa Castro.
Na trama de Patrícia Moretzsohn, Pérola é filha de Isadora, personagem de Ana Beatriz Nogueira. Mimada pela mãe, a jovem tem um jeito duro e, às vezes, até grosseiro. “É até um pouco difícil para mim defendê-la, mas sempre tento achar alguma razão nas suas motivações”, afirma. A convivência com a atriz veterana, foi outro grande aprendizado no folhetim infantojuvenil para Rayssa. “Admirava o trabalho dela há muito tempo e ela me ensinou muito”, celebra. Além de se inspirar no jeito fútil e um pouco agressivo de Isadora, Pérola também encara outros problemas ao longo do folhetim. A personagem sofre de bulimia. “Acho muito importante jogar o holofote em cima disso para que as pessoas possam se reconhecer, ver que esse não é o caminho e que há formas seguras e saudáveis de emagrecer”, reflete.

Dramas internos

Para interpretar Pérola, Rayssa procurou inspiração em meninas e mulheres que sofreram com transtornos alimentares. “Conversei com algumas pessoas e algumas modelos”, relembra. Mas, principalmente, a atriz focou na sua própria experiência com a doença. Aos 16 anos, ela desenvolveu a bulimia. “Estava começando a trabalhar como modelo e sempre diziam que eu precisava emagrecer um pouco mais para o próximo trabalho”, conta Rayssa, que completou que a ansiedade para ficar mais magra e conseguir outras oportunidades na agência onde modelava a faz comer cada vez mais. “Ficava culpada por ter exagerado e me obrigava a vomitar. É exatamente o mesmo problema da Pérola”, afirma.
Depois de se curar do transtorno, Rayssa passou a nutrir uma preocupação especial tanto com a saúde física quanto com a mental. Por isso, procurou médicos especializados que pudessem ajudá-la a emagrecer de forma saudável para contar o drama de sua personagem. “Estou com uma nutricionista que me ajudou a emagrecer seis quilos para contar essa história”, diz. A atriz sonha em voltar a fazer terapia, mas encontra um descanso bom para sua cabeça quando entra em contato com a natureza. “Medito muito ao ar livre. E, hoje, contando essa história, tenho todas as ferramentas para não repeti-la”, afirma.

 

Instantâneas

# A primeira vez da atriz nos palcos foi com meses de idade. Na época, sua irmã mais velha ia apresentar um espetáculo na escola e esqueceram o boneco que faria o menino Jesus. 
# Ainda criança, Rayssa ganhou um concurso de miss na escola onde estudava. 
# Com uma família de engenheiros, ela acredita que, se não fosse atriz, seguiria na profissão familiar. 
# Rayssa segue os preceitos do Budismo.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte