Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
CAMPANHA AGOSTO DOURADO 2018 | A importância da amamentação para a saúde e o bem estar da criança
O leite materno é um alimento completo. Isso significa que, até os 6 meses, o bebê não precisa de nenhum outro alimento
17:08   03 de Agosto, 2018
9460dc2ad982f61da6cfd6985c556050.jpg

 Agosto é o mês do aleitamento materno – O chamado Agosto Dourado.  Essa cor dourada tem um significado muito especial, pois trata da importância da Amamentação como base para a vida e o leite materno é classificado como um alimento de Padrão Ouro para a saúde das crianças.  
 Para incentivar o aleitamento materno exclusivo e apoiar as mães e famílias para o cuidado com seus bebês, a Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura Municipal de Alta Floresta, e todos os profissionais das Unidades Básicas de Saúde e NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família) estarão realizando Ações de Promoção, Conscientização, Proteção e Apoio ao Aleitamento Materno no município. Estas ações serão nos Grupos das Gestantes e Puericulturas das Unidades de Saúde da família, onde contemplará também as mães que estiverem amamentando. Será incentivado a importância da amamentação e do leite materno, a relação de vínculo afetivo entre mãe e bebê, a postura na hora de amamentar, cuidados e os utensílios atualmente usados na amamentação que podem interferir no desmame precoce. 
A importância da amamentação- A amamentação é o ato de alimentar o bebê com o leite materno. Mas não é somente nutrir a criança, é um processo que envolve interação profunda entre mãe e filho, promovendo o vínculo afetivo e auxiliando no seu desenvolvimento cognitivo e emocional.

O leite materno é um alimento completo. Isso significa que, até os 6 meses, o bebê não precisa de nenhum outro alimento (chá, suco, água ou outro leite). Ele é de mais fácil digestão do que qualquer outro leite e funciona como uma vacina, pois é rico em anticorpos, protegendo a criança de muitas doenças.  
 Logo após o parto é incentivado colocar o bebê para mamar no peito, pois tem o colostro que é um fluido amarelado e espesso rico em proteínas e vitaminas A e E, carotenoides e imunoglobulinas confere proteção contra vírus e bactérias para o bebê e permite que ele libere o mecônio, suas primeiras fezes.  
 Sugar o peito é um excelente exercício para o desenvolvimento da face da criança, ajuda a ter dentes bonitos, a desenvolver a fala e a ter uma boa respiração. Não oferecer bicos artificiais ou chupetas durante a amamentação, pois são grandes influenciadores ao desmame precoce. 
Orientações- A melhor posição para amamentar é aquela em que a mãe e o bebê sintam-se confortáveis, mas que promova um cuidado especial para. A amamentação deve ser prazerosa tanto para a mãe como para o bebê. O bebê deve estar virado para a mãe, bem junto de seu corpo, bem apoiado e com os braços livres. A cabeça do bebê deve ficar de frente para o peito e o nariz bem na frente do mamilo. Só coloque o bebê para sugar quando ele abrir bem a boca. Quando o bebê pega bem o peito, o queixo encosta na mama, os lábios ficam virados para fora, o nariz fica livre e aparece mais aréola (parte escura em volta do mamilo) na parte de cima da boca do que na de baixo. Cada bebê tem seu próprio ritmo de mamar, o que deve ser respeitado. 
 Recomenda-se que a criança seja amamentada na hora que quiser e quantas vezes quiser. É o que se chama de amamentação em livre demanda. A mãe deve deixar o bebê mamar até que fique satisfeito, esperando ele esvaziar a mama para então oferecer a outra, se ele quiser. 
Benefícios da amamentação 
Para o Bebê- O leite materno é completo porque contém vitaminas, minerais, gorduras, açúcares e proteínas. É o melhor alimento para o bebê, tem nutrientes apropriados para o organismo do bebê, se tornando um leite rico nutricionalmente; 
Possui Proteção para a criança contra infecções respiratórias, diarreia, alergias e outras doenças, por ter grande ação imunológica; 
Crianças amamentadas no peito são mais inteligentes, há evidências de que o aleitamento materno contribui para o desenvolvimento cognitivo. 
O leite materno está associado ao menor risco de desenvolvimento de doenças como colesterol alto, diabetes, hipertensão e obesidade. 
Efeito protetor contra mortalidade do bebê; 
Para a mãe: Facilita a perda de peso após o parto; 
Diminui o risco de câncer de mama e ovário; 
Ajuda o útero a recuperar seu tamanho normal, diminuindo o risco de hemorragia e de anemia após o parto.  
Reduz o risco de Diabetes tipo 2;
Reduz enxaqueca; 
Tempo recomendando de amamentação- O Ministério da Saúde recomenda a amamentação até os dois anos de idade ou mais, e que nos primeiros 6 meses, o bebê receba somente leite materno, sendo este exclusivo. 
 Quanto mais tempo o bebê mamar no peito, melhor para ele e para a mãe. Depois dos 6 meses, a amamentação deve ser complementada com outros alimentos saudáveis e de hábitos da família.  Amamentar é um ato de amor, é disposição de tempo, resiliência e alma! 

Lilian da Costa Goetz Cordeiro dos Santos, Nutricionista do NASF Núcleo de Apoio a Saúde da Família 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte