Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
5 milhões de crianças precisam ser vacinadas contra a pólio e o sarampo
Pelo menos 11,2 milhões de crianças de um a menores de cinco devem buscar os postos de saúde para receber a vacina
13:24   24 de Agosto, 2018
724ff065b03c978cec5ed06013b43f7d.jpg

Amanda Mendes
Ministério da Saúde 

Na reta final da Campanha Nacional Contra a Poliomielite e Sarampo, cinco milhões de crianças de um ano a menores de cinco precisam buscar os postos de saúde para receber a vacina contra poliomielite e sarampo. A última atualização enviada pelos estados mostra que, até esta quarta-feira, 22, 56% de crianças em todo país receberam a vacina contra essas doenças.
 Em todo país, foram aplicadas mais de 12,5 milhões de doses das vacinas contra a pólio e sarampo (cerca de 6,2 milhões de cada). A meta do Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 95% das 11,2 milhões de crianças independente da situação vacinal delas e criar uma barreira sanitária de proteção da população brasileira.

"O prazo para término da campanha está se aproximando, é 31 de agosto. Convocamos pais e responsáveis a levarem as crianças que ainda não foram vacinadas, independente da situação vacinal anterior, já que neste ano a campanha é indiscriminada. O esforço do país é impedir que  doenças já eliminadas não retornem o Brasil. Esse é um trabalho de toda a sociedade", ressalta o ministro da Saúde, Gilberto Occhi.
Para a poliomielite, as crianças que ainda não tomaram nenhuma dose da vacina na vida serão vacinadas com a Vacina Inativada Poliomielite (VIP). As crianças que já tiverem tomado uma ou mais doses receberão a gotinha (Vacina Oral Poliomielite - VOP). Em relação ao sarampo, todas as crianças devem receber uma dose da vacina tríplice viral, independente da situação vacinal. O Ministério da Saúde oferta todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte