Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Agostinho Bizinoto será homenageado com nome de teatro municipal
Artista e produtor cultural, criador do TEAF, faleceu no ano passado
13:44   31 de Agosto, 2018
8ea91abee89db5a1a160374883b27297.jpg

Ascom
AF

Uma noite cultural repleta de atrações marcará o lançamento das placas que darão nome ao Centro Cultural “Helena Da Riva” e ao Teatro Municipal “Agostinho Bizinoto”. Um grande evento, coordenado pelo chefe municipal de Cultura, Marcia Trindade, está marcado para acontecer às 19h30 desta sexta-feira (31/08) na Praça da Cultura, com apresentações envolvendo artistas de todas as áreas culturais.

O prédio da Cultura possui o nome de Helena Da Riva, mulher que dedicou a maior parte de sua vida como esposa e companheira inseparável do colonizador Ariosto Da Riva e que receberá a placa de identificação. Na oportunidade a homenagem será feita a um ator, autor e diretor que prestou um enorme serviço a Cultura altaflorestense, falecido ano passado, que é Agostinho Bizinoto.  O Teatro Municipal receberá o seu nome. O espaço cultural promove o contato de centenas de pessoas com a música, dança, artes plásticas, visuais e literatura. “A ideia é envolver todos os artistas, criar uma noite agradável, o Agostinho fez história”, aponta Trindade.
Mineiro de Araporã-MG, Agostinho Domingos Bizinoto Macedo, acompanhado de sua esposa, a hoje vereadora e atriz Elisa Gomes, chegou em Alta Floresta em 1988 e com a experiência de mais de 20 anos dedicados ao teatro no estado de Minas Gerais, trouxe as artes cênicas para ao município, incentivando as manifestações artísticas.
Agostinho foi criador do TEAF (Teatro Experimental de Alta Floresta) apadrinhado por Ênio e Beatriz Finimundy. Neste de 2018, o TEAF completa 30 anos e esta é a mais justa das homenagens àquele que se envolveu e dedicou anos de sua vida à cultura. Bizinoto foi Secretário de Cultura em três administrações em Alta Floresta.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte