Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Mauro Mendes é eleito governador
Governador eleito superou outros quatro candidatos e se elege em 1º turno
12:19   08 de Outubro, 2018
f8149d724379845b063cd98a4099c33a.jpg

Reportagem
Mato grosso do Norte

Mais uma vez não haverá segundo turno em Mato Grosso. Mauro Mendes (DEM) encerrou a disputa pelo cargo de governador no primeiro turno das eleições MT 2018.  
“É uma vitória muito importante que nos dá muita responsabilidade de trabalhar por Mato Grosso, e é isso que nós faremos. Fizemos um compromisso de que se a vitória fosse hoje, amanhã já começaríamos a trabalhar. Amanhã, já vamos iniciar as primeiras reuniões para montar a transição e começar a fazer o planejamento para o ano de 2019”, declarou.
Mauro é natural de Anápolis (GO) e tem 54 anos. Ele é empresário do ramo de metalurgia em Cuiabá. 
Por seis anos foi presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt) e também presidiu o Sistema Sesi/Senai. Ocupou ainda o cargo de vice-presidente da Confederação Nacional das Indústrias.
“É uma vitória muito importante que nos dá muita responsabilidade de trabalhar por Mato Grosso, e é isso que nós faremos. Fizemos um compromisso de que se a vitória fosse hoje, amanhã já começaríamos a trabalhar. Amanhã, já vamos iniciar as primeiras reuniões para montar a transição e começar a fazer o planejamento para o ano de 2019”, declarou.
A vitória de Mendes é uma das mais expressivas em Mato Grosso nos últimos anos. Sua votação é a maior desde 2002, quando Blairo Maggi venceu com 65,39%. 
  “Estamos muito contentes, felizes. Tivemos uma vitória maiúscula aqui no Estado e penso que é o reconhecimento do trabalho que fizemos como prefeito da Capital. As pessoas compreenderam a mensagem que passamos para Mato Grosso”, disse.
“Amanhã daremos início ao planejamento para 2019. Se Deus quiser, vamos trabalhar muito e fazer política ao lado da verdade, da honestidade, para que possamos entregar um Estado muito melhor daqui a 4 anos”, disse.
Já Pedro Taques (PSDB) entra para a história como primeiro governador não ser reeleito em Mato Grosso. Com apenas 248.085  votos (18,89%) conquistados até o momento, o tucano amargou a terceira colocação na disputa rumo ao Palácio Paiaguás.

Já o senador Wellington Fagundes (PR), que foi lançado pré-candidato apenas para preencher a lacuna da oposição, acabou desbancando o atual governador e quase levou a disputa para o segundo turno pela primeira vez no Estado. Faltando 8% das urnas para serem apuradas, o republicano conquistou 257.223 votos (19,58%).
Mendes disse que espera um processo de transição tranquilo, em que pese as trocas de acusações entre ele e o governador Pedro Taques (PSDB) durante a campanha eleitoral.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte