Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Mais
12:26   22 de Outubro, 2018

 NINHO TUCANO
A delação do empresário Alan Malouf, no âmbito da operação Rêmora, poderá atingir frontalmente a cúpula tucana em Mato Grosso. O partido, que saiu enfraquecido das eleições com a derrota de Pedro Taques e Nilson leitão, poderá seguir o mesmo caminho do ex-governador Silval Barbosa após o término do mandato. Operação Rêmora desmantelou um esquema de fraudes em licitações de obras de escolas em Mato Grosso, montado na gestão de Permínio Pinto como secretário de Estado de Educação. Além dos que foram derrotados no pleito, o deputado estadual Guilherme Maluf, que conseguiu se reeleger, e que é primo do delator, também é citado no esquema. 

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte