Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
A importância do RH para as empresas
Gerente de Desenvolvimento Humano do Sebrae faz palestra em Alta Floresta e alerta empresários para importância do RH
12:41   26 de Outubro, 2018
818178edec30a19532c9a18b91435e60.jpg

José Vieira
Editor Mato Grosso do Norte

A Gerente de Desenvolvimento de Seres humanos do Sebrae/MT Suleima Metelo, esteve em Alta Floresta na quarta e quinta-feira desta semana para ministrar uma palestra, sobre a importância do Departamentos de Recursos Humanos para as empresas, junto com o Instituto Federal de Mato Grosso- IFMT.

Conforme ela, dados de uma pesquisa recente, mostram que as micros e pequenas empresas foram as que geraram o maior número de empregos, revelando que o momento enconômico é importante para os pequenos negócios.
“Trazendo para o cenário de Alta Floresta, que tem mais de 500 empresas e somente 150 possuem RH.  E num cenário como este em que temos mais contratados do que demitidos, é uma oportunidade dos empresários enxergarem como é a estratégia para ter uma área de recursos humanos em suas empresas”, analisa.
Outro fator que também deve ser levado em consideração neste sentido é o processo de E-Social que está sendo instalados nas empresas, e vai demandar de mão de obra e profissionais do RH porque o trabalho nas empresas será burocrático e rigoroso.
 “O RH vai fazer a seleção correta das pessoas. Um dos principais papeis dos Recursos humanos hoje é ser parceiro do empresário. Se os pequenos negócios estão crescendo, o pequeno empresário tem que se preocupar com a venda, com a logística, com parte financeira e pode não ter tempo para se dedicar à este segmento da empresa. E o RH vai ser parceiro dele para selecionar e treinar e formar estes profissionais”, explica.
Conforme ela, quando a empresa faz a melhor contratação e dá o treinamento, a chance são maiores e diminui o custo com desligamento, que é muito alto para as empesas. “Temos que nos preocupar com a melhor contratação. E quando o RH conhece os processos do comercial, do financeiro, a logística, a importância do atendimento ao Cliente, vai saber direcionar as pessoas certa para cada setor”, explica Suleima.
Segundo ela, não existe o número determinado de funcionários para a empresa criar o Departamento de RH. A micro empresa já pode ter o RH, mesmo que seja apenas com um profissional que dedique seu tempo para esta finalidade. 
“As empresas dependem das pessoas para terem lucros e as pessoas devem estar motivadas e engajadas, e como o pequeno empresário tem muitas funções dentro de sua empresa, ele deve  ter pelo menos uma pessoa para cuidar deste setor, para ter melhores resultados”, disse.
Ela destaca que tem que se falar da importância dos profissionais de RH, porque os estudantes reclamam que se formam nesta área, mas ainda há poucas empresas que dão oportunidade para estes profissionais. 
“Aqui em Alta Floresta tem mercado, porque a cidade gera muitos empregos. É só mudar a mentalidade para se entende esta importância. Dependendo do seu faturamento, uma empresa a partir de 5 a 8 funcionários, já pode ter seu RH”, pontua.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte