Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Mais
11:54   05 de Novembro, 2018

REMOTAS
E as chances de Romoaldo Júnior (MDB), para desespero de muitos puxa sacos, assumir como suplente a vaga na Assembleia Legislativa, está ficando a cada dia mais remota. Na semana passada, o ministro do STJ, Ribeiro Dantas, concedeu liminar favorável a Gilmar Fabris, extinguindo sua pena de 6 anos de prisão por crime de peculato. Isto significa que seus 22.913 votos que estão atualmente congelados, poderão ser validados e Fabris ser diplomado e declarado eleito. Com isto, Romoaldo [que hoje é 1º suplente] cairá para a 2º suplência. 

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte