Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Beleza de Afrodite
Depois de anos longe das novelas, Carolina Dieckmann vive mulher submissa em “O Sétimo Guardião”
12:11   30 de Novembro, 2018 - Fonte: Carta Z
d9aada9bb1b002e4181f73a0eef91a54.jpg
Foto: divulgação TV Globo

por Luana Borges
TV Press
Aos 40 anos, Carolina Dieckmann parece ter parado no tempo. Quem vê a atriz como a Afrodite de “O Sétimo Guardião” pode facilmente lembrar da época em que ela corria pelas praias do Ceará na pele da ingênua Açucena, em “Tropicaliente”, novela que a revelou para o grande público em 1994. Quase 25 anos depois, Dieckmann exibe o mesmo frescor da juventude. Por coincidência, a trama principal da novela de Aguinaldo Silva gira em torno de uma fonte de água secreta rejuvenescedora. “A Letícia Spiller é que está sabendo desse segredo da juventude”, brinca ela, citando a colega de elenco que interpreta Marilda, que se banha na fonte às escondidas para se manter jovem.
Já a trama de Afrodite não passa pelas águas milagrosas por enquanto. As questões da personagem são um pouco mais complexas e transitam por uma relação de submissão que ela tem com o marido, Nicolau, papel de Marcelo Serrado. Afrodite se acostumou a ceder aos caprichos do parceiro e muitas vezes esqueceu de seus próprios desejos para levar um casamento tranquilo. Porém, começa a se questionar sobre suas escolhas de vida. “Quando a novela começa, já acompanhamos esse momento em que a minha personagem se pergunta como chegou ali e se isso foi às custas de abdicar de suas próprias vontades”, pontua.
Como o realismo fantástico dita o tom de “O Sétimo Guardião”, vários personagens foram construídos com “tintas” mais carregadas por seus intérpretes. Apesar de estar inserida nesse contexto, Carolina percebeu que não poderia seguir pelo mesmo caminho na hora de criar a sua Afrodite. “Ela é uma mulher muito comum, que está vivendo um dilema sobre as coisas que teve de abrir mão na vida por causa do marido e da família”, reforça a atriz, que não pensou duas vezes na hora de aceitar o convite do autor para integrar o elenco da novela das 21 horas. “Já trabalhei tantas vezes com ele. O fato de o Aguinaldo me ligar e falar que queria que eu viesse foi muito especial”, lembra.
Já fazia dois anos que Carolina estava longe das novelas. Ela decidiu morar em Miami, nos Estados Unidos, com a família e passou esse período quase que dedicada exclusivamente à sua rotina por lá. O único trabalho que fez na Globo foi a série “Treze Dias Longe do Sol”. Até que, sob a promessa do diretor Rogério Gomes de poder voltar esporadicamente para a casa em Miami, a atriz aceitou voltar para as novelas com “O Sétimo Guardião”. “Meu marido está odiando isso porque eu fiquei dois anos direto com ele como dona de casa, jantávamos todo dia juntos”, entrega, aos risos. “Esses meus dois últimos anos com a minha família foram como se eu tivesse vivido um sonho, uma vida quase sem problema”, completa.

 

De dentro para fora

A beleza de Carolina Dieckmann chama atenção. E sempre que é questionada sobre sua rotina de cuidados, a atriz costuma dizer que não é das pessoas mais disciplinadas. Porém, de uns tempos para cá, resolveu incluir certos hábitos. “Agora eu uso vitamina C no rosto e tiro a maquiagem, coisa que eu não fazia antigamente. E de vez em quando não faço”, confessa ela, que também se exercita em um aparelho que simula os movimentos do remo. “É um exercício leve em todos os sentidos porque mexe com o corpo inteiro”, explica.
Para Carolina, o fato de se sentir bem reflete em sua aparência. Talvez seja por isso que ela se considere mais bonita atualmente do que quando mais jovem. “Hoje me sinto mais bonita porque, desde que me tornei mãe, passei a me sentir realizada. Parece que é bobagem, eu sempre falo isso, mas repito: a realização deixa a gente mais bonita”, defende.

 

Instantâneas

# Carolina Dieckmann começou a carreira como modelo.

# Sua estreia nas novelas foi como a Claudinha de “Sex Appeal”, de 1993.

# Em 1995, fez parte do elenco da primeira temporada de “Malhação”.

# Um dos grandes papéis de destaque da atriz foi a Camila de “Laços de Família”.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte