Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Mais
12:09   07 de Dezembro, 2018

ATÉ DEFUNTO


Nem os defuntos que supostamente roubaram dinheiro público em vida, está escapando do Ministério Público Estadual em Mato Grosso, que ingressou uma ação civil pública por improbidade administrativa contra o ex-secretário de Estado de Cidades, Nico Baracat, morto num acidente em 2012.  Ele é um dos acusados de causar prejuízos aos cofres públicos do Estado e o MPE pediu sequestro de bens no valor de R$ 2,4 milhões. Como Nico já morreu, a bronca vai para seus herdeiros. 

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte