Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
CRISTALINO LODGE É VENCEDOR DO PRÊMIO DE SUSTENTABILIDADE
Muito além das práticas convencionais, hotéis brasileiros mostram esforços inovadores de sustentabilidade, beneficiando hóspedes, comunidades e parceiros em prol do bem comum.
21:27   17 de Dezembro, 2018
422b688ef6a014745b0ca4a950e08401.jpg

Josana Salles/ Assessoria

No final da manhã do dia 27 de novembro no Hotel Emiliano, em São Paulo, ocorreu a cerimônia do Prêmio de Sustentabilidade da Brazilian Luxury Travel Association - BLTA, valorizando ações de hotéis membros voltadas para sustentabilidade, preservação do meio ambiente, turismo responsável, cultura e desenvolvimento social.

O presidente da BLTA, Martin Frankenberg, ressaltou que, em um mundo globalizado e atento às questões ambientais, “este prêmio existe porque nossos hóspedes, assim como nós, sabem que sustentabilidade não é um desejo lúdico. Ao contrário, é uma realidade que precisa ser discutida e colocada em pauta na prática cotidiana”.

Complementarmente, a diretora-executiva da BLTA, Simone Scorsato, afirmou: “Nosso objetivo é promover a preservação do meio ambiente e das culturas locais, participando do desenvolvimento sustentável dos destinos de maneira efetiva”.

O Prêmio - Sustainable Vision Award - foi avaliado por um criterioso corpo de jurados composto por cinco especialistas que analisaram as iniciativas a partir de quatro pilares: conservação, cultura, comunidade e comércio. Após ampla análise, o júri anunciou três finalistas, que apresentaram seus projetos durante a cerimônia da BLTA e compartilharam suas experiências com outros associados. Como vencedor da premiação foi eleito o Cristalino Lodge (Alta Floresta/MT), devido aos esforços de conservação realizados na Amazônia, as ações de educação ambiental com a comunidade local e a promoção de pesquisas como forma de gerar conhecimento -, criando um modelo de turismo inovador e replicável para outras regiões.

Os outros dois finalistas foram: Pousada Literária (Paraty/ RJ), o Uxua Casa Hotel & Spa (Trancoso/BA).

“Somos todos transformadores”, declarou o gerente-geral do Cristalino Lodge, Alex Da Riva, referindo-se aos exclusivos hotéis, resorts, pousadas e operadores presentes e comprometidos em promover experiências sofisticadas e sustentáveis no país. “Conservar o entorno e beneficiar as comunidades constitui um propósito inovador do turismo de luxo”, acrescentou.

De acordo com a fundadora do Cristalino Lodge, Vitória Da Riva, “Todos nossos trabalhos têm por objetivo proteger a imensa biodiversidade do sul da Amazônia, assim como suas comunidades”, afirmou.

O Cristalino Lodge criou um modelo de turismo inovador, que combina as experiências de hospitalidade de alto padrão com um extenso trabalho de conservação de florestas no sul da Amazônia. Ao todo, são preservados 11.399 hectares de mata nativa, uma área cerca de seis vezes o tamanho de Fernando de Noronha. Além disso, parte da renda do hotel é destinada ao trabalho da Fundação Ecológica Cristalino (FEC), que promove ações de educação ambiental com crianças e jovens da região, atendendo mais de 7.000 participantes desde que o programa foi criado, em 2008. A FEC também contribui para a geração de conhecimento através de pesquisas sobre a biodiversidade local em parcerias com Universidades Estaduais e Federais. No limite, valorizamos aquilo que conhecemos, e promover conhecimento sobre a biodiversidade é um primeiro passo para a sua conservação. “Este modelo pode ser replicado para outras regiões, adaptando-se às necessidades de cada local”, afirma Alex Da Riva.

O prêmio teve como troféu uma peça única de design de cerâmica assinado pela diretora executiva da BLTA, Simone Scorsato, que também é ceramista e utilizou da inspiração das folhas para criar a escultura.

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte