Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Mais
13:45   04 de Fevereiro, 2019

PRIVILÉGIOS 


Caso Mauro Mendes não vete o aumento no valor dos repasses para todos os poderes, Tribunal de Contas e Defensoria, aprovado pela Assembleia Legislativa, a imagem do governo vai sofrer desgaste. Isto porque a retórica nos pronunciamentos do governador, tem sido a aguda crise que afeta o Estado. Caso permameça desta forma, a fatura será paga pelos servidores, fornecedores e a própria sociedade. Na contramão do que prega o governador, os deputados garantiram  aumento do repasse de todos os poderes, inclusive do próprio duodécimo da AL em R$ 35 milhões além do que estava previsto. Se o momento exige sacrifício da população, as categorias privilegiadas, consideradas elites, com profusos orçamentos que garantem seus privilégios, teriam que dar sua parcela de contribuição. Mas não é o que se viu na votação do orçamento aprovado pelos deputados.

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte