Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Bolsonaro entregará proposta de reforma da Previdência na quarta-feira, diz Marinho
11:28   19 de Fevereiro, 2019
1582267cd300b4a248018e4c14315ee4.jpg

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Foto/  Marcelo Camargo/Agência Brasil Brasi

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, afirmou nesta segunda-feira que o presidente da República, Jair Bolsonaro, vai entregar pessoalmente a proposta de reforma da Previdência ao Congresso Nacional na quarta-feira. Haverá uma entrevista coletiva para detalhar os pontos do texto.

Marinho não informou o horário da entrevista, nem quem estará presente.

O secretário deixou no período da tarde desta segunda-feira a sede do Ministério da Economia, onde se reuniu com o ministro Paulo Guedes.

Questionado sobre a articulação política para a aprovação da reforma, Marinho respondeu: "Isso é com o Onyx", numa referência ao ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

O secretário especial tem tido reuniões com diversos parlamentares nas últimas semanas, de acordo com sua agenda.

Guedes- 

Se a reforma da Previdência for aprovada pelo Congresso, “o Brasil vai voar com o crescimento da economia nos próximos 10 anos”. A previsão otimista foi apontada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em reunião esta semana com deputados que integram a frente em defesa do livre mercado.

Guedes também adiantou que os deputados aliados do presidente da República, Jair Bolsonaro, serão municiados com estudos e estatísticas para defenderem ponto a ponto o texto que será enviado.

Idiotas, não!

Guedes pontuou que o Brasil precisa simplificar os impostos antes de abrir o mercado. “Somos liberais, mas não somos idiotas”, disse o ministro, conforme a Coluna apurou.

Do coldre

A Polícia Federal deve convocar em junho mil policiais aprovados no último concurso. A revelação é do presidente da Associação dos Delegados de PF, Edivandir Paiva.

Controle do PSL

Não é só fundo eleitoral para supostos candidatos-laranjas. O núcleo de Bolsonaro está alerta com informes de como Bebianno conduziu articulações nos estados na campanha.

Ôh, Fulano!

Em meio à crise que cerca o secretário-geral da Presidência, ministro Gustavo Bebianno, está em discussão no Palácio texto de um decreto para acabar com o “Vossa Excelência” e todos os outros pronomes de tratamento direcionados às autoridades.

Servidores da nação

A ideia conta com a simpatia de Bolsonaro e ministros que alegam serem “todos servidores” e não veem necessidade de tratamento diferenciado. Isso explica o tom informal de Bolsonaro no áudio vazado: “Ôh Bebiaaaanno, agora não..”

Claque

Projeto com mesmo teor foi apresentado em 2017 pelo ex-senador Roberto Requião (MDB-PR), mas foi arquivado. Na Câmara, a recém-eleita deputada Carla Zambelli (PSL-SP) também apresentou proposta (PL 4/19) que pretende dispensar a forma de tratamento “Vossa Excelência” para os detentores de cargos públicos.

Aliás...

...Requião não é chegado a tratamentos pronominais. Deu um troco na então presidente Dilma Rousseff anos atrás. Ela mandara uma secretária da secretária lhe telefonar para cumprimentar pelo aniversário. Ele se calou. No aniversário de Dilma, o senador enviou um cartão de felicitações. Assinado pelo motorista.

Barragens

Paralelamente à força-tarefa que já foi criada, o Ministério Público do Trabalho vai anunciar projeto dentro da Coordenadoria de Meio Ambiente do Trabalho para reforçar a fiscalização, ininterrupta, de todas as barragens em situação de risco no País.

Cerco na conta

De acordo com o procurador do Trabalho, Márcio Amazonas, o MPT atua tanto pela busca da responsabilização da mineradora Vale, como também para que sejam evitadas novas tragédias. Adianta que deverão ser ajuizadas mais ações contra a Vale para reparação do dano moral individual, e do dano moral coletivo. O MPT ajuizou ação cautelar e conseguiu bloquear R$ 1,6 bilhão da mineradora.

Na mira...

Já está na Procuradoria-Geral da República representação da bancada do Psol que pede apuração do esquema envolvendo candidaturas laranja do PSL em Pernambuco e Minas Gerais. O Psol menciona decisão do TSE (Recurso Especial Eleitoral nº 1-49/PI), que aponta que o “lançamento de candidaturas fictícias (...) compõe o conceito de fraude de que trata o artigo 14, §10 da Constituição Federal”.

...da PGR

Integrantes do governo Bolsonaro temem que a permanência do secretário-geral da Presidência, ministro Gustavo Bebianno, fragilize e comprometa as articulações no Congresso pela aprovação da reforma da Previdência. Dizem, intragabinetes, que a situação do ex-homem forte deve ser agravar e “dar munição” para a oposição.

Energia

A Rio Claro 2 SPE, subsidiária da Pacto Transmissão, acaba de receber do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste a aprovação do financiamento para construção de subestação e redes de distribuição de energia em Jataí (GO). O financiamento é de R$ 34 milhões, com geração de 270 empregos em 24 meses.

Esplanadeira

Se a reforma da Previdência for aprovada pelo Congresso, “o Brasil vai voar com o crescimento da economia nos próximos 10 anos”. A previsão otimista foi apontada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em reunião esta semana com deputados que integram a frente em defesa do livre mercado.

Guedes também adiantou que os deputados aliados do presidente da República, Jair Bolsonaro, serão municiados com estudos e estatísticas para defenderem ponto a ponto o texto que será enviado.

Idiotas, não!

Guedes pontuou que o Brasil precisa simplificar os impostos antes de abrir o mercado. “Somos liberais, mas não somos idiotas”, disse o ministro, conforme a Coluna apurou.

Do coldre

A Polícia Federal deve convocar em junho mil policiais aprovados no último concurso. A revelação é do presidente da Associação dos Delegados de PF, Edivandir Paiva.

Controle do PSL

Não é só fundo eleitoral para supostos candidatos-laranjas. O núcleo de Bolsonaro está alerta com informes de como Bebianno conduziu articulações nos estados na campanha.

Ôh, Fulano!

Em meio à crise que cerca o secretário-geral da Presidência, ministro Gustavo Bebianno, está em discussão no Palácio texto de um decreto para acabar com o “Vossa Excelência” e todos os outros pronomes de tratamento direcionados às autoridades.

Servidores da nação

A ideia conta com a simpatia de Bolsonaro e ministros que alegam serem “todos servidores” e não veem necessidade de tratamento diferenciado. Isso explica o tom informal de Bolsonaro no áudio vazado: “Ôh Bebiaaaanno, agora não..”

Claque

Projeto com mesmo teor foi apresentado em 2017 pelo ex-senador Roberto Requião (MDB-PR), mas foi arquivado. Na Câmara, a recém-eleita deputada Carla Zambelli (PSL-SP) também apresentou proposta (PL 4/19) que pretende dispensar a forma de tratamento “Vossa Excelência” para os detentores de cargos públicos.

Aliás...

...Requião não é chegado a tratamentos pronominais. Deu um troco na então presidente Dilma Rousseff anos atrás. Ela mandara uma secretária da secretária lhe telefonar para cumprimentar pelo aniversário. Ele se calou. No aniversário de Dilma, o senador enviou um cartão de felicitações. Assinado pelo motorista.

Barragens

Paralelamente à força-tarefa que já foi criada, o Ministério Público do Trabalho vai anunciar projeto dentro da Coordenadoria de Meio Ambiente do Trabalho para reforçar a fiscalização, ininterrupta, de todas as barragens em situação de risco no País.

Cerco na conta

De acordo com o procurador do Trabalho, Márcio Amazonas, o MPT atua tanto pela busca da responsabilização da mineradora Vale, como também para que sejam evitadas novas tragédias. Adianta que deverão ser ajuizadas mais ações contra a Vale para reparação do dano moral individual, e do dano moral coletivo. O MPT ajuizou ação cautelar e conseguiu bloquear R$ 1,6 bilhão da mineradora.

Na mira...

Já está na Procuradoria-Geral da República representação da bancada do Psol que pede apuração do esquema envolvendo candidaturas laranja do PSL em Pernambuco e Minas Gerais. O Psol menciona decisão do TSE (Recurso Especial Eleitoral nº 1-49/PI), que aponta que o “lançamento de candidaturas fictícias (...) compõe o conceito de fraude de que trata o artigo 14, §10 da Constituição Federal”.

...da PGR

Integrantes do governo Bolsonaro temem que a permanência do secretário-geral da Presidência, ministro Gustavo Bebianno, fragilize e comprometa as articulações no Congresso pela aprovação da reforma da Previdência. Dizem, intragabinetes, que a situação do ex-homem forte deve ser agravar e “dar munição” para a oposição.

Energia

A Rio Claro 2 SPE, subsidiária da Pacto Transmissão, acaba de receber do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste a aprovação do financiamento para construção de subestação e redes de distribuição de energia em Jataí (GO). O financiamento é de R$ 34 milhões, com geração de 270 empregos em 24 meses.

Esplanadeira

O ex-deputado e ex-vice governador do Amazonas Henrique Oliveira, bem antenado, lançou a coluna virtual de bastidores no www.portalomundo.com.br . O deputado Diego Carvalho assumiu a coordenação da bancada federal mineira no Congresso Nacional.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte