Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Gabinete integrado de segurança pública é reativado em Alta Floresta
Inaugurado em 2014, o Gabinete do município estava inativo desde 2017, mas as atividades foram reabertas
13:21   18 de Março, 2019
0e5f686771d292db1ee6d46d95f4d37b.jpg

Hérica Teixeira 
 Sesp-MT 

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), por meio da prefeitura de Alta Floresta, reativou nesta semana, o Gabinete de Gestão Integrada (GGI) do município. Com o reinicio das atividades, lideranças do Executivo Municipal, Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública e as forças de segurança, vão defender em conjunto os interesses do município em temas relacionados à segurança pública.
Com a adesão de Alta Floresta, Mato Grosso conta com 21 municípios que tem o Gabinete. O presidente do GGI é o prefeito da cidade e os membros que compõem o efetivo são a Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Politec, Detran, Ministério Público, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública, Procuradoria e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), além de demais representantes municipais.
“O GGI de Alta Floresta foi instalado no ano de 2014, mas ficou um tempo inativo e retomamos as atividades agora. Acredito que esta atividade trará benefícios para a população, pois debateremos e buscaremos soluções com os gestores de vários órgãos municipais e estaduais”, enfatizou o recém empossado secretário executivo do GGI, major BM Ranie Pereira Souza.

A solenidade de reativação foi realizada na terça-feira (12.03), na sede da Polícia Militar do município e contou com a participação do prefeito Asiel Bezerra, o Sesp, o coordenador do GGI Estadual, tenente coronel Gibson Almeida Costa Júnior e demais representantes da cidade.

 “O GGI foi idealizado pelo Ministério da Justiça e é um gabinete independente, sem vínculo governamental, que reúne as forças de segurança pública, os órgãos do Poder Judiciário, iniciativa privada e também os órgãos municipais, para que juntos, deliberem, discutam e busquem alternativas para os problemas de segurança pública”, destacou o assessor do GGI Estadual, capitão PM Lucas Maciel.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte