Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
“Além de desinformado, ele é mentiroso”, diz prefeita Carmem Martines
Carmem diz que o vereador é mentiroso, não apresentou nenhum projeto na Câmara e só sabe criticar
14:56   20 de Março, 2019
825ebf2284d998a4f3e4dc3fd9bed197.jpg

José Vieira do Nascimento 
Editor Mato Grosso do Norte

A prefeita de Carlinda, Carmem Martines (DEM) rebateu as críticas do vereador Manoel Miranda, afirmando que desde o início da administração teve embate com o vereador, porque ele queria apoiar a administração por troca de favores.
“Nossa administração é diferenciada, reconhece o direito do povo e não damos favorecimento em troca de algum benefício pessoal. O nobre edil pensou que a política de troca de favores iria continuar. Mas comigo não tem trocas de favores.  Quero trabalhar com união e vejo que picuinhas não levam a nada”, disse.

Sobre contrato com a rádio da cidade e a prefeitura, a prefeita acentua que o vereador é um desinformado. Para executar a função que lhe foi dada pelo povo, apesar de ter sido eleito com poucos votos, ela diz que ele deveria ser mais informado para não denegrir a imagem de pessoas sérias com mentiras e enganação. Teria que entender como funciona a forma administrativa do sistema público para passar a informação verdadeira para a população.

“Quando ele diz que tem um contrato de R$ 107 mil reais, é mentira! Temos um pregão presencial, com futura e eventual contratação da rádio para divulgação. Abrimos o pregão para qualquer rádio participar e a vencedora foi a rádio Conti de Carlinda porque ela apresentou o menor preço e priorizamos a economicidade”, justifica.
A divulgação dos atos da administração, conforme a prefeita, é lei. “Não temos contrato. Temos uma ata de registro de preço. Em todo o ano de 2018, o município pagou para a rádio, R$ 55 mil, 873 reais e 30 centavos e não R$ 107 mil como disse o vereador. Ele mente! Além de desinformado, ele também é mentiroso. Eu defendo a verdade!”, reitera.
Carmem também questiona Manoel sobre quais projetos de leis que ele apresentou na Câmara em 2018. “Ele recebeu de salário do Legislativo, R$ 57 mil, 730 reais e 60 centavos. Está no portal da transparência da Câmara Municipal. Mas até ontem, este vereador não apresentou nenhum projeto, não apresentou nenhuma demanda até o Executivo e nem um Requerimento. Mas sabe fazer críticas sem ter conhecimento. Ele torce para nossa administração dar errada pensando em questões políticas futuras”, rechaça a gestora.
A prefeita assegura que sempre respeitou o voto dos vereadores. 
“Cada um foi eleito e cada um é dono do seu voto. O que eu não aceito é mentira”, protestou.
"Sobre os asfaltos que a administração teria perdido, porque a prefeito não convidou os vereadores para cobrar, gostaria de perguntar ao nobre vereador, Manoel Miranda que dia ele esteve em Cuiabá pedindo alguma coisa para o município? De meu conhecimento, nunca chegou nada que ele tenha pedido”. 
Carmem afirmou que o vereador não tem conhecimento de quantos projetos estão protocolados nas secretarias de Estado, não só de asfalto, mas para a Saúde e todas as áreas. Todavia, ela enfatiza que, não apenas Carlinda, mas todos os municípios, tiveram a suspensão de seus convênios, segundo o governador, por falta de recursos. 
“Fizemos a nossa parte. E as promessas de campanha estou cumprindo rigorosamente. O asfalto, não desistimos e vamos buscar juntos ao governo do Estado. O município não tem condições de fazer com recursos próprios, porque a arrecadação é pouca, mas iremos trabalhar para conseguir com o governo. Porém, o vereador coloca de uma forma que induz as pessoas a pensar que a nossa administração é incompetente e que estamos de braços cruzados. Mas nossa administração é avançada e temos uma forma diferente de fazer política”, reitera a prefeita.
A prefeita sugeriu que Manoel Miranda, que mora há anos no município, faça uma avaliação e olhe com carinho, invés de fazer críticas infundadas e destorcidas. "Que ele nos ajude, busque emendas para o município, traga demandas da população, porque até hoje ele nunca trouxe nada. Que faça projetos e tenha ideias inovadoras e não fique só tentando criticar”, aconselha.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte