Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Mais
12:47   22 de Abril, 2019

SABIA
O ex-secretário de Educação Permínio Pinto, que virou delator no âmbito da Operação Rêmora, acusou também em seus depoimentos, o ex-vice-governador Carlos Fávaro. Segundo Permínio, Fávaro era sabedor do esquema de corrupção que desviou mais de R$ 50 milhões dos cofres públicos no governo do tucano Pedro Taques.  De acordo com o delator, Carlos Fávaro teria levado ao então governador da época, Pedro Taques, uma proposta de um empresário, que queria utilizar o dinheiro devolvido da JBS em um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para quitar as dívidas de campanha via Caixa 2.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte