Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
ICV adere ao Programa Adote uma Nascente
A entidade se tornou padrinho da APP do Recanto da Amazônia
12:47   29 de Abril, 2019
8b2b7e8e6988f7d628e7912ebe972da0.jpg

Edemar Savariz 
Mato Grosso do Norte

O ICV (Instituto Centro de Vida) realizou na manhã desde sábado, 27, um café da manhã com a presença de diversas pessoas da sociedade, com o objetivo de conscientizar e alertar a população para cuidar das nossas nascentes. Na oportunidade, a entidade se tornou padrinho da APP do Recanto da Amazônia e o adotante é Vinicius de Freitas Silgueiro, localizada no final da rua- A.  
“Uma das ações históricas que o ICV tem é no olhar das nascentes, da nossa água. Ela é a questão principal para todos os setores. Mais uma vez estamos nos dedicando forte neste projeto da água. Queremos ajudar a promover que outras pessoas e grupos intensifiquem o cuidar das nossas nascentes que é muito importante para a nossa região”, disse o diretor executivo do ICV Renato Farias.

Renato lembra que no ano de 2010 para 2011 ninguém podia imaginar que podia faltar água em Alta Floresta. “É justamente para não voltar um momento igual a este, que tivemos no passado que estamos trabalhando de forma intensa na conscientização e informação na sociedade da importância de preservar as nossas nascentes”, complementa Renato.

Para adotar ou apadrinhar uma nascente, o voluntário passará por um processo de avaliação e se for aprovado, receberá um certificado de adotante ou de padrinho da nascente com validade de três anos podendo ser renovado.
Além de definir critérios, a Lei também prevê ações que envolvam e estimulem a população a desenvolver ações de preservação das nascentes e matas ciliares, evitando a degradação, a poluição e a agressão contra áreas ambientalmente sensíveis e vulneráveis. A estruturação, administração e controle do Programa Adote uma Nascente será responsabilidade do Conselho Municipal de Desenvolvimento e Meio Ambiente de Alta Floresta (COMDEMA).
O ICV neste ano de 2019 está completando 28 anos de fundação no Estado de Mato Grosso e há 20 anos está atuando em Alta Floresta. Renato conta que neste período o Instituto Centro de Vida tem desenvolvido diversos trabalhos junto com a comunidade. 
“Podemos citar a questão da pecuária, hoje o município tem um padrão de pecuária sustentável reconhecido internacionalmente. Também a agenda 21que foi desenvolvido junto com o poder público e tirou o município do mapa dos que mais desmatavam. Temos atuado junto com a agricultura familiar na produção orgânica na região. Todos esses projetos têm contribuído para o desenvolvimento sustentável do município”, conta o Diretor Executivo. 
O ICV exerce um trabalho como sociedade civil muito importante e ligado a própria história de Alta Floresta. O município é hoje reconhecido como um grande polo de ações, inovações e de soluções. E o ICV ao longo desses 20 anos, vem atuando em Alta Floresta intensamente na busca de soluções, observa o diretor. 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte