Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Silval liberado para regime semiaberto
A defesa também pediu a redução de 460 dias na pena, considerando que Silval Barbosa concluiu o curso de teologia que fazia à distância
21:45   15 de Maio, 2019
ae789a25121a62d24122c4ad77efb46e.jpg

Condenando a 13 anos e sete meses de prisão por organização criminosa, concussão e lavagem de dinheiro, o ex-governador cumpria prisão domiciliar desde julho de 2017, após passar quase dois anos preso no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC). Desde dezembro, Silval mora em Matupá (MT) e agora teve autorização para deixar a prisão domiciliar. 

O juiz Geraldo Fidélis, da Segunda Vara Criminal de Cuiabá, atendeu ao pedido da defesa de Silval Barbosa (sem partido) para a progressão de regime.

Remição de pena- Além da progressão de regime, a defesa de Silval ainda pediu pela diminuição de pena em 28,6 dias em virtude dos 86 dias trabalhos enquanto estava no CCC em Cuiabá.Conforme a defesa, enquanto esteve na prisão, Silval leu 19 livros o que te daria a remição de 76 dias da pena.

O magistrado pediu para a direção da unidade encaminhar as informações sobre as atividades desenvolvidas pelo ex-governador.“A respeito solicitando urgentes informações quanto às atividades intramuros realizadas, devendo ser digitalizadas as vias originais de atestado de comparecimento diário. Deverá ainda a unidade prisional informar quanto às atividades estudantis realizadas, máxime quanto as obras literárias informadas pela defesa e o acompanhamento dos cursos à distância”, determinou.

A defesa também pediu a redução de 460 dias na pena, considerando que Silval Barbosa concluiu o curso de teologia que fazia à distância.

Silval foi solto em junho de 2017, logo após firmar acordo de delação premiada. Ele passou 2 anos recluso no CCC e já teve duas condenações. Uma de 14 anos e outra de 13 anos, ambas referentes a fases da Operação Sodoma. 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte