Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Loteamentos e a construção civil trazem enormes contribuição para a cidade, diz Sidiney
Diretor da Mérito Empreendimento diz que Alta Floresta ainda tem muito a crescer no mercado imobiliário
13:28   17 de Maio, 2019
ef40b131832090b6af4b60de741451d0.jpg

José Vieira do Nascimento
Editor Mato Grosso do Norte

A Mérito Empreendimento Imobiliário é um exemplo de empresa que soube observar, não somente o enorme potencial de Alta Floresta, mas sobretudo que há um público heterogêneo num espaço homogêneo, Isto é: a Mérito lançou loteamentos para contemplar diferentes setores da sociedade. Desde os loteamentos mais populares, níveis médios e os de alto padrão.  
Conforme o empresário Sidiney Aparecido Baganha, um dos diretores da empresa, em 9 anos da Mérito Empreendimentos, que iniciou suas atividades com a construção de casas no setor D, e setor Flamboyants, que atenderam ao programa Minha Casa Minha Vida, a empresa realizou 12 empreendimentos em Alta Floresta. E todos foram grandes sucesso de vendas.
Ele enumera os loteamentos Ypê, Florata, Flamboyants I e II, Amarilis, Nova Floresta, Recanto da Amazônia, Mirante do Lago, Almeida Prado I e II e agora foi iniciando o loteamento Vila Verde, que é no setor G, saindo na perimetral Teles Pires, que será no mesmo padrão do Almeida Parado.
Os loteamentos e a construção civil, de acordo com o empresário, trazem uma contribuição muito grande para o município. As construções geram empregos e faz a economia girar porque as pessoas tem condições de comprar um lote mais facilitado, constroem casas, gera serviço para o construtor, para o servente, o comércio vende. “E isto traz crescimento para a cidade. A construção civil é um grande fator de crescimento para uma cidade”, diz. 
Qual O público cliente destes empreendimento? “Temos loteamento que atenderam todas as classes. Loteamento mais popular, loteamento nível médio, conseguimos fazer um misto e r atender toda a população de Alta Floresta. E nossos próximos projetos seguirão com estas mesmas características”, responde Sidiney.
Para o empresário, Alta Floresta ainda tem muito a crescer no semento imobiliário. Conforme ele, a população da cidade, com a vinda da Agricultura, irá aumentar muito. E será necessário ter lotes para estas pessoas fazerem suas casas. 
“O município ainda tem muito a crescer no mercado. Estamos experimentando o que no setor Médio Norte já ocorreu há 10 anos. Esta fase está chegando aqui agora, que é o início da Agricultura da região, com a vinda de agricultores, pessoas que estão se instalando na cidade, construção de silos, lojas de máquinas e equipamentos agrícolas. E este cenário aumenta a população, melhora a qualidade da mão de obra para trabalhar com máquinas e nas suas manutenções e no comércio de uma forma geral. Com estas melhoria, o mercado tende a crescer”, observa.
Em termos de direcionamento, a partir de agora, Sidiney analisa que o mais importante, é uma administração de pulso forme, que saiba promover a cidade para atrair investidores. “É importante que tenhamos uma política firme, para que as pessoas acreditem na região, que a população cobre mais de seus governantes, para se traga melhorias. Precisamos ter a ligação por asfalto para Guarantã do Norte, ligando a BR- 163, a ponte no rio Teles Pires”, enfatiza.
Todavia, o diretor da Mérito, afirma que Alta Floresta está num momento de as pessoas acreditarem e fazerem investimentos para consolidar a cidade como polo regional, para atrairmos pessoas de Paranaíta a Cotriguaçú, de Carlinda a Guarantã do Norte e até as cidades do Pará, que estão no eixo da BR -163.

“Alta Floresta está de parabéns por seus empreendimentos. Hoje temos uma novidade que é a construção de um prédio residencial de médio e alto padrão que está sendo construído no setor C. Estas ações engrandece a região, motiva e anima as pessoas e gera qualidade de vida para a população”, frisa Sidiney.

“É importante ressaltar que todos os investimentos que estão sendo feitas na cidade são de boa qualidade. Temos o loteamento Hamoa, de excelente qualidade, que foi uma novidade muito grande para a região. Quando as pessoas vem de fora, vê um empreendimento deste porte, como enorme potencial de crescimento e demonstra que a cidade está em crescimento”, observa. 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte