Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Tite desenha Seleção em novo sistema e indica Casemiro e Arthur como dupla titular
No último treino, volantes se posicionaram de maneira diferente, no 4-2-3-1, em vez do 4-1-4-1; Fernandinho e Allan ficaram na outra equipe
13:55   29 de Maio, 2019
baa2a44a43ba423548cc935b30594a21.jpg
Foto: Lucas Figueiredo/MoWA Press

 

 

Os jogadores estavam misturados e se enfrentaram em metade do campo, mas o treino da última terça-feira teve um indício importante sobre o sistema de jogo da seleção brasileira. Em meio a mudanças para equilibrar as equipes, Casemiro e Arthur atuaram lado a lado por todo o tempo. De coletes, Fernandinho e Allan, pela primeira vez juntos, também formaram dupla.

Mais atenção ainda atraiu o posicionamento desses jogadores, um do lado do outro, o que configura um 4-2-3-1, em vez do habitual 4-1-4-1 usado por Tite na Seleção.

A alteração é sutil, mas diz muito sobre as ideias da comissão técnica para a Copa América. O 4-2-3-1 pode ser a nova cara ou apenas uma variação a ser fortalecida. O fato é que desde a vitória por 3 a 1 sobre a República Tcheca, de virada, quando Tite precisou recorrer a esse sistema para fazer três gols no segundo tempo, ele tem ganhado força na Seleção.

Arthur é peça-chave nessa modificação. Tite e seus auxiliares concluíram que o volante pode ter rendimento muito melhor se participar mais ativamente da saída de bola, e não recebendo numa posição mais adiantada. Seu diferencial é a capacidade de leitura e de encontrar espaços na construção do jogo, não as infiltrações pelo campo de ataque – nisso, Allan é melhor.

Por isso, o 4-2-3-1, na teoria, favorece o jogo do ex-gremista, atualmente no Barcelona.

Philippe Coutinho seria o meia mais adiantado, o camisa 10. Também foi dessa forma que ele atuou no treinamento de terça. E nesse desenho, Tite poderá até utilizar Firmino na função com outro centroavante à frente – Gabriel Jesus ou Richarlison.

De qualquer forma, só com o decorrer dos dias e o grupo mais completo será possível saber qual é a ideia para o amistoso do próximo dia 5, contra o Catar, em Brasília. Nesta quarta-feira, Miranda e Paquetá vão se apresentar e Tite passará a ter 18 convocados. Na quinta chegará Everton. Os quatro restantes só se juntarão ao grupo na próxima semana.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte