Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Parceria entre governo e prefeitura de Paranaíta poderá viabilizar asfalto na MT 206
Trecho de 55 quilômetros no território de Paranaíta, poderá ser asfalto através de parceria entre prefeitura e governo estadual
12:55   07 de Junho, 2019
53efdfb0f097b7386dda97fe971e4628.jpg

José Vieira do Nascimento
Editor Mato Grosso do Norte
 
Prefeito de Paranaíta, Tony Rufatto (PSDB), que esteve em audiência com o governador Mauro Mendes, recentemente, propôs ao executivo estadual uma parceria para levar o asfalto da rodovia MT 206, de Paranaíta ao Rio Apiacás. 
Segundo ele, a proposta foi bem aceita pelo governo e a obra poderá ser executada, resultando em grandes benefícios para todos os municípios da região, principalmente Paranaíta. 

Segundo o prefeito, através de um termo de parceria entre governo e prefeitura, a obra na rodovia deverá ser viabilizada, no trecho dentro do município, para que Paranaíta deixe de ser final de linha.

“O Estado viu com bons olhos a proposta e entrará com o material asfáltico, o óleo diesel, facas e demais peças que possam quebrar dos maquinários e a prefeitura entra com o maquinário e a mão de obra. O trecho a ser asfaltado é de 55 quilômetros. Acredito que esta obra seja concluída dentro do nosso mandato e o município deixará de ser fim de linha. A obra é muito importante para toda a população de Paranaíta”, disse o prefeito.     
O asfalto deste trecho da rodovia MT 206, conforme o prefeito, atrairá novos investimentos para Paranaíta e irá permitir que a reserva de calcário existente na região possa ser explorada para gerar riquezas e transformar o município num importante polo de desenvolvimento. 
Ele destaca o avanço da agricultura no município, que também seria beneficiada com esta logística. “No ano passado plantamos 8 mil hectares, este ano está em torno de 20 mil e a expectativa é que este número suba para 40 mil na próxima safra. A agricultura quando chega, gera empregos, sustentabilidade e movimenta a economia, porque vem junto as empresas que vendem insumos e maquinas agrícolas. Voltei confiante desta audiência com o governador, que as coisas vão acontecer”, observa Tony Rufatto.   

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte