Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Recursos do BNDES | Sicredi é destaque nas liberações de crédito do Pronaf na região Centro Norte
Instituição liberou R$ 373,3 milhões do BNDES para a agropecuária em 2018; deste total, R$ 163,2 milhões foram na linha de crédito que apoia a agricultura familiar
12:58   07 de Junho, 2019
c4f6fe19ba1cf91f1fc0e1208704d30c.jpg

ASSESSORIA
SICREDI CENTRO NORTE

O Sicredi foi mais uma vez, em 2018, um dos principais parceiros do banco de fomento nas liberações de recursos para as atividades agrícola e pecuária. Na região Centro Norte, que abrange os estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará e Acre, foram aplicados R$ 373,337 milhões com recursos do BNDES no último ano, aumento de 31,6% em relação ao montante contabilizado ano anterior, que somou R$ 283,483 milhões.  
As operações se referem às linhas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), Inovagro, Pronamp e Moderagro. 
O Pronaf é destinado aos produtores familiares, e foi responsável pelo maior volume de liberações em 2018, na região Centro Norte. O Sicredi aplicou R$ 163,260 milhões com recursos do BNDES em 2018, 80% a mais que os R$ 90,808 milhões liberados em 2017. Considerando outras fontes além do BNDES, como os recursos da poupança, o Pronaf foi responsável pela liberação de R$ 317,285 milhões na região, acréscimo de 49% sobre os R$ 213,689 milhões no ano anterior. O presidente da Central Sicredi Centro Norte, João Spenthof, afirma que o Pronaf é uma linha especialmente operacionalizada pelo Sicredi porque beneficia um grande número de produtores rurais e principalmente por atender os pequenos.
O Sicredi na região Centro Norte encerrou 2018 com saldo total da carteira de crédito do Pronaf (BNDES e outras fontes) em R$ 645 milhões, expansão de 28,7% sobre os R$ 501 milhões de saldo ao fim de 2017. “Esses recursos são aplicados em propriedades familiares, o que possibilita ao produtor investir em melhorias na atividade, produzir mais e consequentemente, obter uma renda maior. Com mais produção, além de ele ganhar mais, ele gera emprego no seu sítio e concretiza um dos propósitos da atuação do Sicredi, que é melhorar a qualidade de vida das pessoas e da comunidade onde elas vivem”. 

Um dos associados beneficiados com crédito do Pronaf no último ano foi Alessandro Gonçalves da Silva, 40 anos. Natural de Guaíra (PR) é produtor rural em Sinop há 16 anos. Na cidade natal trabalhava com café em área arrendada e decidiu vir para Mato Grosso para ter as próprias terras. Comprou uma propriedade em um assentamento, recém-desmatada e começou a trabalhar com pecuária. Ele conta que sempre ouvia falar do apoio do Sicredi aos pequenos e não imaginava que ia trabalhar com a cooperativa, mesmo tendo uma conta antiga, sem movimentação. Foi a partir do momento que obteve o título da terra e vendo os vizinhos se relacionarem com a cooperativa que estava sempre presente no assentamento, foi procurado pelo Sicredi e conheceu a atuação da instituição financeira cooperativa. “Tornei-me associado em 2014. Quando percebeu que precisava investir no gado leiteiro contratou crédito no Sicredi, pelo Pronaf. Foram duas operações de R$ 50 mil cada, pagas em dois anos.  

Atualmente possui um rebanho de 220 cabeças, divididas entre gado leiteiro e de corte. São cerca de 160 vacas leiteiras. Antes da aquisição das matrizes de melhor genética tinha uma produção diária de 100 a 120 litros de leite, e agora tira de 280 a 300 litros/dia. “Meu salário mensal era de R$ 3 mil e agora, com mais leite sendo produzido subiu para R$ 9 mil. Sem contar a venda de bezerros, quando ao salário pode chegar a R$ 15 mil”, diz ao comentar que tem estrutura para tirar 1.000 litros/dia e vai trabalhar para atingir esta marca.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte