Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Entrevista | Luiz Gonzaga, presidente da Abetre
13:06   07 de Junho, 2019
b2d6c39941aea423929336d7be2d811c.jpg

 

 

Mato Grosso do Norte - Os prefeitos afirmam que não tem dinheiro para resolver o problema dos lixões. Qual seria as alternativas para a administração Públicas municipais, que queiram realmente implanta os aterros sanitários?
Luiz Gonzaga - Situação confortável. Como são pagos os serviços de Água, Esgoto, Telefonia, Iluminação Pública, entre outros. Cobrando tarifa e/ou taxa. Simples assim. Os prefeitos precisam ter coragem de enfrentar os problemas. Igualmente a limpeza Pública precisa ser cobrada da população para que os serviços sejam feitos de maneira adequada ambientalmente.
Mato Grosso do Norte -  Quais os prejuízos que os lixões representam para uma cidade?
Luiz Gonzaga - Vários. Geração de vetores que influenciam na saúde pública. Dano ao meio ambiente, entre outros
Mato Grosso do Norte -  Os danos maiores são ambientais ou na saúde da população?
Luiz Gonzaga - Ambos são importantes danos. A ONU tem estudo onde indica que para cada US$ 1.00 investido em Limpeza Pública a economia é de US$ 4.00 nos gastos com saúde pública. Os recentes retornos de algumas doenças como sarampo, tuberculose, a incidência maiormente da dengue não seriam contribuições dos vetores gerados pelos lixões? Ou vamos acreditar que não. Por outro lado, o meio ambiente está, cada dia, maiormente danoso? Por que? A natureza não aceita calada provocações. E os lixões são provocações que podem ser evitadas.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte