Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Enfim, chegou o Curso de Arquitetura e Urbanismo!
De hoje, em diante, graças a Deus e aos heróis que lutaram por este benefício, temos Arquitetura na porta da nossa casa
13:14   14 de Junho, 2019
d7d0ba273575b831dee827cf85056b32.jpg

 

Prezada(o) Leitora(or), depois de anos de luta, em Alta Floresta e no Ministério da Educação - MEC, a UNIFLOR acaba de conquistar mais um curso universitário para o povo do Nortão e de Mato Grosso: através da Portaria n.º 268/2019, de 11 de junho de 2019, conseguiu o Curso de Arquitetura e Urbanismo!
Viva! Parabéns a nós todos!
Nessa luta, méritos especiais couberam à coragem e persistência de anos de luta da Prof.ª Ma. Marlize Reffatti Zinelli, da Prof.ª Celis Cristina Carlesso Bender, do Acadêmico Jefferson Korzekwa e particularmente do Dr. Edwin Rocco Parra.
Quando cheguei em Alta Floresta, por volta de 1992, já me pediam o Curso de Arquitetura. De lá para cá, em Alta Floresta e no Nortão, quem quisesse ou sonhasse em fazer Arquitetura, tinha que possuir toneladas de dinheiro ou mudar-se para Sinop, Cuiabá ou ir para fora do Estado de Mato Grosso.
Agora, não! De hoje, em diante, graças a Deus e aos heróis que lutaram por este benefício, temos Arquitetura na porta da nossa casa, na abençoada e já tradicional e Casa do Ensino Superior de Alta Floresta, a UNIFLOR. E outra novidade útil para nosso povo saber: Arquitetura só existe em curso presencial; não se adquire Arquitetura na Educação a Distância, na EAD.

Por isso mesmo, o Ministério da Educação tem exigências numerosas, difíceis e custosas de serem conseguidas a fim de elevar a qualidade e consecução do curso, exigências tanto em infra e superestrutura das salas e laboratórios dos prédios quanto em capacitação do corpo docente e preparação do corpo discente para receber e qualificar o aluno cada vez mais durante os cinco anos do curso.

O Curso de Arquitetura, nesse momento, numa cidade de oitenta mil habitantes como Alta Floresta, onde já começam a despontar arranha-céus, capital e centro de uma região, trepidante em construções e com a chegada vertiginosa de loteamentos e chuva de investimentos de pessoas físicas e jurídicas sem a gente poder explicar  de onde surge tanta gente e tanto dinheiro, o Curso de Arquitetura, para nós, de Alta Floresta e do Nortão, caiu do céu e veio na hora preencher uma posição de vazios que assim vão se tornar outras fontes de riqueza e do trepidante progresso de Alta Floresta e do Nortão.
Finalizando: o Curso de Arquitetura, com somente 30 vagas, será no período noturno e terá o vestibular no dia 7 de julho e as aulas iniciando no dia 23 de julho. 

Prof. Dr. José Antônio Tobias é diretor da Faculdade de Alta Floresta
Email: marcos@faflor.com.br

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte