Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Entrevista | Dra. Julie Del Moro, médica Dermatologista
Dra. Julie é pós graduada em tricologia
13:07   05 de Julho, 2019
ab71bac12a7709f0b0e72be3a6401f70.jpg

 

O Jornal Mato Grosso do Norte teve a prazer de entrevistar a Dermatologista Dra. Julie Del Moro, que inaugurou recentemente em Alta Floresta a primeira Clínica de Dermatologia Especializada.
Pergunta - Dra. Julie, atualmente um assunto que vem preocupando muito homens e mulheres é a queda de cabelo. A Sra. é pós graduada em tricologia, que é a especialidade que trata dos cabelos correto? 
Resposta - Primeiramente, o prazer é meu em poder conceder essa entrevista. Sim, sou médica dermatologista e me especializei em tricologia. 
Pergunta - O que é tricologia, médica?
Reposta -
É a área da dermatologia que visa o diagnóstico e  tratamento dos problemas relacionados ao cabelo e couro cabeludo. O cabelo é a moldura da face. Por isso tão importante para autoestima de homens e mulheres. As desordens capilares são sim um problema de saúde e possuem várias possíveis causas, como hormonal, nutricional e metabólico. Cabe ao tricologista identificar a causa e tratá-la.
Pergunta -  Qual o momento certo para mulheres e homens começarem a procurar ajuda profissional para o enfraquecimento ou queda de cabelo?
Resposta -
Um dermatologista tricologista deve ser consultado quando: 1) a queda de cabelo (Alopecia) se prolonga além de 4 semanas; 2) quando começa a notar que o cabelo está ficando mais ralo e fino; 3) quando sente os cabelos fracos, sem brilho e quebradiços; 4) quando houve problema com química nos cabelos (alisamentos, tinturas); 5) quando sente coceira, descamação ou qualquer outro sintoma no couro cabeludo.
Pergunta - Como funciona uma consulta com o tricologista e que métodos são usados para encontro de respostas?
Resposta - 
Como o tricologista é um médico, sua consulta segue o padrão de consulta médica tradicional. É feita a anamnese para colher a história do paciente, onde o paciente expõe sua queixa, e conta se existem problemas de cabelo na família. O exame físico é feito em todo couro cabeludo e nos fios, usamos uma lente de aumento que ajuda muito nesta análise, este exame chama-se tricoscopia.
Em situações especiais o médico tricologista pode pedir exames complementares como de sangue, ou as vezes até uma biopsia de couro cabeludo para chegar no diagnótico definitivo.
Pergunta - É verdade que o estresse pode fazer cair o cabelo?
Resposta -
Sim. Dentro da dermatologia existem vários exemplos de doenças causadas pelo estresse emocional. O eflúvio telógeno, que uma das alopecias mais comuns pode ser causado por estresse. Mas antes disso temos que fazer exames para descartar outras doenças que também causam eflúvio como doenças da tireóide, carência de vitaminas, desnutrição, Lupus e até sífilis.
Pergunta - Queda de cabelo tem cura?
Resposta -
Como disse, existem várias causas e com isso vários tratamentos para queda de cabelos. A medicina avançou muito nesta área e sempre saem muitas pesquisas e tecnologias novas para diagnóstico e tratamento. A palavra cura é difícil de se falar, porque o paciente sempre vai precisar ter um acompanhamento e tratamento médico, principalmente se ele possuir doenças com causas genéticas e imunes como é o caso da Alopecia Areata, Alopecia frontal fibrosante e Alopecia Androgenética. Mas com certeza todos os pacientes têm uma melhora visível e muito significativa da queda de cabelo.
Ficamos muito satisfeitos de Alta Floresta agora contar com uma Médica Dermatologista especialista em Tricologia. Assim além de cuidar de todas as doenças de pele têm aparelhos e tratamentos modernos para doenças do cabelo.
Para mais informações, o contato da Clínica Dra. Julie Del Moro é 3521-1646, podem acessar o site: www.juliedelmoro.com ou acompanhá-la nas redes sociais Instagram e Facebook (drajuliedelmoro).

Dra. Julie Del Moro - Clínica de Dermatologia Especializada & Estética
Av. Mario Raseira Leining, Av. F, 163, Conj. Vitória Center, Alta Floresta - MT
Contato: (66) 3521-1646 / (66) 98444-1646  
www.juliedelmoro.com

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte