Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Mais
13:03   10 de Julho, 2019

NEGOU
O TRE) de Mato Grosso negou o pedido do deputado estadual Carlos Avalone para trancar a ação judicial que pode resultar em sua cassação. Na eleições de 2018, três pessoas foram detidas em flagrante, com R$ 90 mil em dinheiro e caixas de santinhos do então candidato. O parlamentar também  é investigado na Operação Ararath e foi alvo da 12ª fase, denominada “Malebolge”. De acordo com a delação do ex-governador Silval Barbosa, Avalone e seus irmãos, que são sócios na construtora Três Irmãos, pagaram propina com um cheque sem fundo. A propina seria proveniente de contratos do programa MT Integrado.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte