Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Política Lava Jato Justiça Federal determina transferência de Lula para São Paulo
Ex-presidente está preso na sede da PF em Curitiba desde abril de 2018
15:12   07 de Agosto, 2019
db498e8e5daa0ad43bf32126afb41374.jpg

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link https://www.gazetaonline.com.br/noticias/politica/2019/08/justica-federal-determina-transferencia-de-lula-para-sao-paulo-1014193011.html ou utilize os recursos oferecidos na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Rede Gazeta estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo digital e/ou do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Rede Gazeta (agenciaag@redegazeta.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Rede Gazeta faz para produzir um conteúdo jornalístico de qualidade.

A Justiça Federal do Paraná aceitou, na manhã desta quarta-feira, o pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula Silva (PT) para que o petista seja transferido para são Paulo. Lula está preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, desde o dia 7 de abril de 2018Ele cumpre pena de 8 anos e 10 meses em regime fechadoapós ser condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (SP).

O pedido para a transferência de Lula foi feito no último dia 20 de abril. Dentre outros motivos, a defesa fez o pedido para que que ele fique próximo da família, que mora em São Paulo.

A juíza Carolina Lebbos, da 13ª Vara Federal de Curitiba, acatou o pedido alegando que a medida representa a "necessidade de preservação da integridade física e moral do preso". Em sua decisão, a magistrada defendeu também que não há motivos que justifiquem "a manutenção do apenado no local de condenação".

"Para além disso, a situação ora verificada tem trazido, a cada dia, contínuo e crescente prejuízo ao interesse público, com o emprego de recursos humanos e financeiros destinados à atividade policial na custódia do apenado", a juíza escreveu em sua sentença.

Em sua decisão, a magistrada determinou o Estado de São Paulo defina onde Lula cumprirá o restante da pena. A data da transferência não foi definida.

Na Superintendência da PF em Curitiba, Lula ocupa uma sala especial de 15 metros quadrados, no 4º andar do prédio, com cama, mesa, TV e um banheiro de uso pessoal.

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte