Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Mais
12:44   14 de Agosto, 2019

CONDENADO
O suplente de deputado, Romoaldo Júnior (MDB) foi condenado em primeira instância, pela juíza Janaína Rebucci Dezanetti, da terceira vara cível de Alta Floresta, a devolver para os cofres públicos do município, o valor de R$ 78 mil reais e perda dos direitos políticos por três anos. O processo retroage ao período em que ele foi prefeito. Romoaldo pagou para a empresa Milton Valentin da Silva – Serviços- para fazer uma cozinha da Escola Benjamin de Pádua, mas a obra não foi executada. O ressarcimento deve ser corrigido em 1% e mais o INPC – Índice de Preço no Consumidor. 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte