Jornal MT Norte
Publicidade
         
                
Basquete | Brasil enfrenta a França em busca da segunda vitória no Torneio Internacional de Lyon
Após vencer os argentinos, seleção brasileira de basquete masculino enfrenta os donos da casa, em sua preparação para o Mundial da China
13:23   16 de Agosto, 2019
262b4dc629dc25b8f605d9133a40eccf.jpg
Foto: Bellenger/IS/FFBB

Por Globoesporte.com — Lyon, França

Em preparação para o Mundial da China e em busca da segunda vitória no Torneio Internacional de Lyon, a seleção brasileira de basquete masculino enfrenta a França, nesta sexta-feira, às 15h30, com transmissão do SporTV2. A competição se encerra no sábado, quando o Brasil enfrentará Montenegro.

O Brasil estreou na quinta-feira com uma vitória sobre a Argentina, 89 a 82, assim como os franceses que derrotaram os montenegrinos, 80 a 72. A equipe brasileira teve um bom desempenho, apresentou uma defesa sólida e um bom sistema ofensivo, mas ficou evidente que o time precisa melhorar em ambos os setores até a estreia no Mundial da China, no dia 1º de setembro, contra a Nova Zelândia.

E os atletas da seleção brasileira reconheceram a necessidade de melhorar mas foram unânimes em reconhecer que a vitória sobre a Argentina foi um bom começo. Benite destacou que o confronto contra os argentinos serviu para mostrar que o Brasil está no caminho certo.

- Temos de seguir e procurar fazer um jogo mais equilibrado, mais coletivo para estarmos melhor na sexta-feira - disse Benite.

A seleção brasileira participa do torneio de Lyon com o objetivo de se preparar para o Mundial da China, que acontecerá entre os dias 31 de agosto e 15 de setembro. Na competição, duas vagas olímpicas para os Jogos de Tóquio 2020 serão destinadas aos dois melhores países das Américas.

Além do adversário de estreia, a Nova Zelândia, também estão no grupo do Brasil no Mundial da China: a Grécia e Montenegro, adversário da seleção no sábado, na última rodada do Torneio de Lyon, às 13h, com transmissão do SporTV2.

Caso não consiga uma das vagas destinada às Américas, a seleção brasileira terá de ficar entre os 24 melhores do Mundial para ter o direito de disputar o Pré-Olímpico em 2020, que ainda não tem data e local definidos.

 

 
COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte