Jornal MT Norte
Publicidade
Ex-companheiro de Usman, Durinho minimiza rivalidade: "Pimentinha não faz mal"
Brasileiro diz que relação com o campeão era boa dentro da academia, mas diz estar pronto caso clima entre eles fique mais tenso antes da luta
10:01   12 de Fevereiro, 2021
c3487002157cfe188bb53227ddbd48e2.jpg
Foto: Infoesporte

Por Evelyn Rodrigues — Las Vegas, EUA

Kamaru Usman e Gilbert Durinho, que fazem a luta principal neste sábado no UFC 258, em Las Vegas, treinaram na mesma academia por muitos anos e se ajudaram a chegar no posto que estão, de campeão e desafiante ao título dos meio-médios (até 77kg), respectivamente. A boa relação, entretanto, terá que ficar de lado quando eles pisarem no octógono, e o brasileiro disse não se importar caso seja criada uma rivalidade entre os dois ex-companheiros de equipe.

- A gente se falava mais na academia, não era um cara que eu ficava ligando, ficava trocando ideia, não. Eu via ele na academia e falava com ele todo dia. Daí ele saiu da academia e a gente não está se falando muito assim. Mas respeito bastante ele. De mim, se eu ver ele, vou falar com ele normal. Não vai ter festa, não vai ter nada, mas eu vou cumprimentar. E vamos ver o que vai ser. Se tiver uma rivalidade ali na hora, vai ter. Adoro um pouquinho de fogo também, uma pimentinha não faz mal a ninguém - afirmou, em entrevista ao Combate.com.

- Era uma relação muito boa, era um colega de trabalho que você vê todo dia, que não é só um colega de trabalho, é um pouco mais. Mas também não é um amigo próximo, é um amigo de trabalho que eu tinha. Ajudei bastante ele, ele me ajudou bastante, trocávamos várias informações, lutamos várias vezes no mesmo córner. Ele fez córner meu, então era um muito bom parceiro de treino que eu tinha, que acabou saindo da academia. E eu quero ser o campeão, certo? Só tem espaço pra um. Então, quero ser o melhor e a gente vai lutar. Do mesmo jeito que se eu fosse o campeão e ele estivesse vindo, a gente vai lutar, não tem essa. E por mim, da parte do Durinho, eu vou ter ainda mais respeito por ele depois da luta. Primeiro, que eu respeito não só ele, mas qualquer cara que luta MMA. É um esporte muito difícil mentalmente, fisicamente, no corpo... O cara lutar, entrar lá, então eu respeito todos esses caras que fazem isso. E eu vou respeitar ele mais ainda, porque entrou lá comigo, dividiu quanto tempo, 25 minutos, cinco rounds, quantos rounds for, pra mim o respeito só vai aumentar.

Caso conquiste o cinturão no próximo sábado, Durinho será o primeiro brasileiro campeão do peso-meio-médio no UFC. O lutador acredita que sua agressividade pode ser o diferencial para neutralizar o jogo de Usman.

- Eu sabia, está faltando um pedacinho pra preencher, pra fazer história, e eu quero muito isso. E como eu falei, muita gente: “Ah, tem pressão? O que você acha?”. Eu não tenho que ganhar o cinturão, eu quero ganhar o cinturão e isso é tudo. Eu vou chegar lá e vou entregar tudo o que eu tenho pra buscar esse cinturão. Acho que ele virá um pouco com disciplina. Ele é bem disciplinado, não se arrisca muito, então acho que ele vai tentar levar uma luta mais segura, trabalhando muito na distância, tentando controlar um pouco, querendo dominar, que é uma qualidade que ele tem, de ele querer controlar e dominar os adversários. Mas acho que vai ser com muita paciência, com muita tensão, com muita tranquilidade e pra mim vai ser o contrário. Tirar essa disciplina dele, tirar essa tranquilidade dele, ir bem agressivo e é isso, vai ser uma guerra - concluiu.

Neste sábado, o Combate transmite o UFC 258 ao vivo e com exclusividade a partir de 20h (horário de Brasília). O SporTV 3 e o Combate.com exibem o "Aquecimento Combate" e as duas primeiras lutas ao vivo; o site acompanha o evento em Tempo Real.

UFC 258
13 de fevereiro de 2021, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL (0h, horário de Brasília):
Peso-meio-médio: Kamaru Usman x Gilbert Durinho}
Peso-mosca: Maycee Barber x Alexa Grasso
Peso-médio: Kelvin Gastelum x Ian Heinisch
Peso-leve: Jim Miller x Bobby Green
Peso-médio: Maki Pitolo x Julian Marquez
CARD PRELIMINAR (20h15, horário de Brasília):
Peso-médio: Rodolfo Vieira x Anthony Hernandez
Peso-meio-médio: Belal Muhammad x Dhiego Lima
Peso-palha: Polyana Viana x Mallory Martin
Peso-galo: Andre Ewell x Chris Gutierrez
Peso-pena: Ricky Simón x Brian Kelleher
Peso-meio-médio: Gabriel Green x Phil Rowe
Peso-mosca: Gillian Robertson x Miranda Maverick


 

Compartilhe nas redes sociais

COMENTÁRIOS
© Copyright 2014 Jornal Mato Grosso do Norte